Palavra do Presidente

Normalmente eu sou prolixo em meus textos e, devido ao fato de haver dedicado meus últimos 22 anos a estudar Naturologia Clínica, haver lido muita coisa neste segmento do conhecimento, acabo me empolgando e preciso ser contido pela Assessoria – porque minha maior meta na vida é “servir as pessoas na melhor medida que puder oferecer na direção de Cristo como modelo”. São tantas palavras, tantas pesquisas, tantas bençãos que fica difícil resumir as coisas em poucas linhas – mas farei um esforço nesta hora!

Nesta oportunidade serei bem sucinto e direi o seguinte em 4 pontos:

  1. Está escrito que “todo aquele que diz estar nEle deve andar como Ele andou” (1ª João 2:6).
  2. Também está escrito que Ele “andava nas aldeias e cidades, ensinando, pregando e curando” (Mateus 4:23; 9:35), “fazendo o bem” (Atos 10:38).
  3. Minha percepção do que um Naturologista Clínico deve procurar ser, é isto mesmo: educador, conferencista, curador e benfeitor – e isto independe da sua religião, embora eu tenha exaltado neste meu texto aqui a figura máxima do Cristianismo.
  4. Mas, isto deve ser feito com base em uma carreira séria, profunda, correta e ‘sacerdotal’ em torno de uma filosofia, ciência, tradicional, artística, técnica, ética, mercado, ecologicamente, subordinado a uma cultura em que grandes mestres oferecem uma visão unificada em torno de certos princípios que são absolutos biologicamente e que garantem os resultados incríveis que os Naturologistas conquistam em seu dia-a-dia. 

A Agonab é uma entidade pequena, se for comparada com entidades milionárias de outras profissões – eu, acredito que levaremos umas duas ou três gerações para chegarmos a um universo de 20 mil profissionais unidos em torno de uma linha ética séria e sem a “gula financeira” que verifico em outros nichos – mas, somos grandes em significados, em idealismo, em resultados concretos no consultório pela força do método e sobretudo, porque não temos interesse em sermos nada além disto que somos.

Se eu posso dizer algo a todos os nossos associados, como um marco importante, direi que cada um de nós, Naturologistas, deve entender que somos grandes apenas e tão-somente quando estamos diante de uma pessoa – na singularidade do consultório – produzindo a benção para a qual fomos chamados”.

Que sejamos dignos, diante de nossa família, de nossos colegas aqui listados e da sociedade onde atuamos, desta elevada honra!

Prof. Dr. Jean Alves Cabral

Presidente da Agonab